Lifestyle

Sem comer é que eu não fico #3 | A Gama do Vasco

  • Março 9, 2018

  Num dia de chuva como o de hoje, sinto-me na obrigação de falar de um dia de sol fantástico que fez no final de Fevereiro. Parecia Primavera e eu queria acreditar que era mesmo.

  E esse meu dia de sol foi passado no restaurante A Gama do Vasco em Picoas (um espaço novo). E que bela escolha. Levei o Alex para este almoço e não podia ter sido melhor companhia.

  Ao chegarmos deparei-me com um espaço jovem, cheio de cor e de boas energias (e produtos saudáveis). Como estava um dia de sol, quisemos ficar na esplanada super acolhedora e esperámos um pouco até termos mesa. No entanto fomos logo fazendo o pedido. A escolha era bemmm difícil. Podíamos optar por tanta coisa boa que nem sabíamos bem por onde começar.

O espaço interior não é muito grande mas ainda dá para umas 20 pessoas.

 Depois de bem instalados na mesa ao sol para apreciarmos ainda mais o momento, começaram a chegar os nossos pedidos. Esta sopa de agrião (tudo biológico) estava de comer e chorar por mais. Mas eu sou suspeita, adoro sopa. E os croutons (que nos disseram que eram feitos por eles) estavam tão estaladiços que ainda deram um melhor sabor a esta sopa.

 O Alex pediu para entrada estas argolas de cebola caramelizada. Oh meu Deus, eu que nem gosto de cebola deliciei-me com isto. São rodelas de cebola cortadas super finas e que fritam até estarem no ponto. Foram servidas com 3 molhos. Não me recordo do nome dos molhos mas era: um mais picante, um de iogurte e outro cocktail.

Para beber optámos por smoothies. Eu ainda quis ir para a sangria de frutos vermelhos que me parecia deliciosa mas lá me convenceram a ser mais saudável. 🙂

 Os nossos smoothies foram o vitaminas (amarelo – maçã, manga, laranja, banana e tâmara) e o energia (vermelho – maçã, frutos vermelhos, gengibre, manjericão, beterraba e tâmara).  E no final ainda provámos o verdocas que é o detox – maçã, banana, gengibre, lima, espinafre, hortelã e tâmara, que foi o que mais gostei. De mencionar que não levam açúcar e são de vegetais produzidos por agricultura biológica.

Ainda provámos a limonada mas o que nos conquistou mesmo foram os smoothies.

 Para a refeição propriamente dita, eu optei por uma salada. Se era para sermos saudáveis era até ao fim. A minha foi a Barcelos e pedi apenas para retirarem o espinafre e os cogumelos porque não aprecio. Estava de comer e chorar por mais com aquele molho vinagrete de mel. Só de pensar, só me dá vontade de lá voltar, já!

 Vem super bem servida e para pessoas que comem pouco como eu, vão ficar bemmm cheias.

O Alexandre optou por uma pita (a especialidade d’A Gama do Vasco).  A escolha dele recaiu na Camões, bem portuguesa. 😊 Que vem com filete de frango panado, bacon, alface, agrião, tomate, cebola roxa e salsa. Parece-me deliciosa! Provei o frango e gostei muito.

A felicidade de um dia de sol em Fevereiro

 Apesar de já estarmos super cheios os dois, ‘obrigaram-nos’ a comer a sobremesa. Escolhemos a Panna Cotta e foi assim, delicioso. Estava tão boa, tão fresca, tão no ponto. Ficámos com vontade de pedir a segunda mas ficamo-nos por esta.

 Tenho de referir que adorei tudooo! Desde os funcionários, o espaço, a simpatia, a comida, o empratamento: tudo! Ahh e os preços, são muito convidativos. Estou cheia de vontade de voltar. Estou só à espera que os dias de sol voltem, porque com sol, tem outro sabor.

Comentários

Deixe um comentário

Copied!